Miguel Sobral @ MMD2016

Posted in Crónicas dos Atletas.

www.atletadesofa.comwww.atletadesofa.com

Crónica do Atleta Miguel Sobral -  Meia Maratona Descobrimentos 2016

Dia fresco, chuvoso, muito chuvoso.
Era o dia da minha 2ª meia-maratona dos Descobrimentos. Já havia participado há dois anos, na edição de 2014.
Este ano, em representação do Atleta de Sofá que, gentilmente me cedeu o dorsal de participação. Faltou apenas o sofá e o equipamento a condizer!
Saí do Barreiro cedo, para cedo estacionar em local apropriado, seguindo posteriormente para o aquecimento possível.
Eram 09.40 quando abandonei a viatura, debaixo de chuva intensa.
Tinha improvisado uma espécie de impermeável descartável para me acompanhar nesse aquecimento de 20 minutos. Depressa fiquei encharcado e convencido que seria uma prova de “aquatletismo”

É estranha a motivação dos seres humanos! Num dia que convidaria a tudo, excepto à prática de actividades outdoor, centenas de pessoas começaram a perfilar-se junto à partida, na Praça do Império, em Belém.
Partida marcada para as 10h00. Já antes, pelas 09h35, havia sido dado o tiro de partida para a competição de 10 kms.
Este ano a meia-maratona estreava um novo percurso, partindo na direcção de Algés, onde retornava, seguindo em linha recta até Santa Apolónia, onde voltava a retornar. Seguia-se uma incursão ao Rossio, através da Rua da Prata e descida pela Rua do Ouro, encostando novamente à Ribeira das Naus em direcção à Meta em Belém.
Ao longo dos 21.097 metros a companhia da chuva foi uma constante, sempre acompanhada de um vento irritante, que teimava em incomodar os atletas.
Vento e chuva sem dorsal, não! À atenção da organização em próximos eventos!
De todo o modo, assistiu-se, genericamente, à alegria dos atletas com quem me cruzava ao longo do percurso. Dá-me ideia que as pessoas gostam de corridas diferentes e esta teve esse condimento, muita chuva, vento, alguns buracos em alguns pontos do trajecto, saltar poças de água, etc.
Pessoalmente, detesto o vento. E a chuva assim tão forte incomoda-me!
Encarei esta prova como uma boa ocasião para fazer um bom registo, dadas as condições de um percurso plano, mas não contava com os “enviados” de S. Pedro.
Ainda assim, em dezoito meias-maratonas realizadas, obtive o meu segundo melhor registo, tendo sido o 69º classificado, num universo de 2629 atletas que lograram terminar esta prova.
Um saldo bastante positivo, considerando as variáveis climatéricas.
Para o ano estamos lá!

Crónicas de Atletas by: Miguel Sobral (Ginásio Academia do Korpo)


Miguel Sobral

Atletadesofa.com
 

 

Atletadesofa.com

 

Web-design & Development HTML5 + CSS3
Copyright © 2014 Xainese.com

Powered by xainese.com
Bookmaker with best odds http://bbetting.co.uk review site.